segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Mode On

Parece que tomei 50 litros de energetico, sabe?
Estou com energia que corre centimetro a centimetro dentro do meu corpo.
Parece que nao vai acabar mais?

Nem sei de onde veio tanta disposicao...

I'm ON!

domingo, 28 de setembro de 2008

Come and Go

I come and go just like I have nothing to say
And it wouldn't hurt at all if you walked away
I come and go just like I was told to do like this
And your presence would definitly be something I would miss


In between expectation and no expectation, I think that I'm doing a pretty good job. ^^

sábado, 27 de setembro de 2008

Emotional Retaliation

It's that time of the month, which I cannot get over.
And it's like, I'm ok, but I'm not.
Don't really get it...

And then, when it isn't going the way I kinda expected...
And I kinda ok with it...
I can't help but to retaliate.

Falsely thinking it's against him.
But really, it's against myself.

Well, I still can't help doing it.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Elation

As vezes nao precisa de muito.
Eh, aprendi isso a muito tempo atras... e ainda assim me impressiono quando percebo o quao real essa afirmativa eh.

Muitas vezes, so a companhia basta.
As vezes, o silencio ja diz tudo.

E apesar de gostar tanto de escrever, de gozar do momento do registro, eh bom falar.
Eh bom formular com as palavras ditas tudo aquilo que eh de mais importante.
Eh bom exercitar o dom da fala, e ver um resultado positivo.

Eh bom andar de maos dadas na rua com ele.
Eh bom chegar em casa e encontrar um vazio so nosso.
E eh bom falar para ele, e escutar, em retorno, tudo aquilo que me torna mais forte.

He is my harbor.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

O meu menino

Amo ver-lo deitado na minha cama, espreguicando-se sobre o meu lencol, com aquela velha e encantadora cara de sono, me olhando nos olhos com seus olhos preguicosos, e levando no rosto aquele sorriso de leve, como que me chamando para deitar-me por mais cinco minutinhos.

Amo ver-lo no meu banheiro, parado em frente ao espelho, escovando os dentes...


La estava ele, com o seu corpo nu, ainda com respingos da agua do banho quente no corpo, cabelos molhados que davam vida a aquele preto consistente, e com uma bermuda sem estampa, da cor do nada. As quatro lampadas que iluminavam o banheiro captavam a sua imagem, e pelo espelho reproduziu a beleza morena que em sua frente estava posta. Com o seu braco esquerdo apoiado ao lado do espelho, usou a mao direita para segurar a escova de dentes. Comecou a escovar-las. Dentes brancos e bem arrumados, que insistiam em se esconder por tras daquela espumada toda. Ele abaixava a cabeca, e analisava aquele ritual. Olhava para cima, e checava se estava tudo em ordem. A escova de dente fazia o bom e velho movimento de cima-baixo. De vez em quando, fazia o movimento giratorio. Escondida no canto da porta estava a menina. Mal pode ela esperar para ver-lo esconvando os dentes no seu banheiro. E aquela figura alta e morena a encatava, de todos os jeitos. Pelo seus olhares envergonhados lancados atraves do espelho, pela cor da sua pele que fazia o mais belo contraste de todos, pelos seus cabelos que luziam de tao preto, e ate pelas gotas de aguas que escorria pelo seu corpo. A menina nao conseguia tirar os olhos daquele rapaz que estava em sua frente. De costas para ela, ele se empenhava na sua tarefa diaria, enquanto ela guardava em sua memoria aquela imagem. "Nunca", ela pensou, "nunca vou esquecer do que meus olhos registram neste momento." Nunca ela iria esquecer das cores que dancaram em conjunto para formar a figura do seu menino diante do seu espelho. "Tudo meu", ela pensou, "tudinho meu". Aquela familiaridade em ter-lo na sua casa, no seu banheiro, escovando os dentes diante do seu espelho, e indo para a cama com um doce "boa noite" ao vivo, era simplesmente inestimavel. Eh ele, esse menino tao bonito, que a hipnotiza com cada gesto bobo e banal do dia-a-dia.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Numb

Ando tão cansada, tão apática ultimamente...

Acho que é o cansaço e o ânimo de fazer trabalhos de dinâmica e provas malucas....

ixi....

domingo, 14 de setembro de 2008

Hard

It's the first time ever I feel it is so hard to love someone.
Never has it been so hard to love someone who loves me back.


I can't get over myself.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Writer's Block

It feels like there's a Nile River between me and my imagination...