sábado, 30 de agosto de 2008

Child

It's me.

A child who can't deliver, can't say, can't feel, can't comunicate.

Who wants so much, but knows so little...

Powerless.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

The Change

It's so frightening, so scary, so unpredictable, so vulnerable.

But it's happening.



E ele me disse: "o ser nao eh imutavel..."
E para mim, foi a perspectiva muito assutadora...


Changing....

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Humildade

Nao me lembro de terem nos apresentado, nem lembro de quando a esqueci...

domingo, 24 de agosto de 2008

Afundar

Nao entendo o porque do ser humano ter um gosto (ou um prazer) sobrenatural de lamentar-se.
Parece que quanto mais fundo um lamento, maior a auto-pena, e quanto maior a auto-pena, mais necessidade a pessoa sente.

E eu estou muito cansada do meus auto-lamentos e auto-consolacoes.
Me parece que quanto menos eu me afogo no meu mundinho particular, menos o mundo ao meu redor importa. E quanto menor eh a importancia, tudo se desfaz com o tempo.

Vai entender...
Vai entender porque esses momentos sao mais fortes que os momentos felizes...

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Unspoken

How can unspoken words hurt so much, when they have already been said over and over again in my mind?

domingo, 17 de agosto de 2008

To Change

Acho que nem sempre eh para melhor ou para pior.
Eh somente uma mudanca.
Talvez nessa situacao seja melhor, talvez na outra fosse pior.
Nao sei. Nao tem como saber.

As cartas? De agora em diante, somente para mim.
A saudade? De agora em diante, somente para mim.
A declaracao? De agora em diante, tambem, so para mim.

O que sempre foram minhas, guardarei para mim.
Aprenderei a nao expor-las, nao dividir-las.
Nao quero mais demonstrar inseguranca, nem me sentir mais como um fardo.

Uma mudanca.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

People

Um questionamento que se concretizou.
Maybe it has always been a given, though I couldn't realize...
People are weak.
Sim, os seres humanos sao tao frageis, tao frageis, tao frageis...

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

The Rain

Comecou com gotas grossas, porem lentas.
Nao tardou para sentirmos a forca daquela chuva.
Em questoes de minutos, o ar se enchia de agua.

Nao tinha onde se esconder, entao corremos.
Nao conseguia parar de rir.

Segunda chuva, primeira chuva.
Com ele, so com ele.

Nao foi so a chuva que levou meu negativo embora
Eu sabia que ao se lado, outras coisas se tornam tao desimportantes...